Sabemos que gerir uma rede de lojas está longe de ser uma tarefa fácil. Principalmente no que se refere à gestão de compras.

Muitos gestores do segmento food service passam por diversas dificuldades, principalmente no que diz respeito ao orçamento, em que se deve considerar a redução de custos, sem perder a qualidade do produto oferecido.

Mas, um dos pontos de atenção para se assegurar que tudo saia conforme o planejado, é garantir o equilíbrio entre as áreas de compras e de estoque.

Pode parecer óbvio, mas alguns detalhes fazem grande diferença e podem interferir no resultado da empresa. Vamos conferir quais são? Continue acompanhando o texto! 🙂

Como aprimorar a gestão de compras em uma rede de lojas? 1

O que você pode fazer para evitar prejuízos?

A falta de uma gestão de compras eficiente faz com que muitos gestores acabem comprando mais para não correr o risco de faltar itens no estoque. No entanto, isso pode gerar antecipação de pagamentos, além da quebra no fluxo de caixa.

Um dos fatores mais relevantes para uma gestão eficiente do estoque é saber a quantidade exata do que comprar, para que não haja desperdício nem falta dos itens.

O fato de reduzir as compras não resolve o problema. Nesse caso, o impacto pode ser ainda maior, pois reflete também na satisfação do seu cliente.

Por isso, fazer uma boa gestão das compras é essencial para o ressuprimento. Assim, é imprescindível se atentar a questões, como:

  • Ter um histórico das informações de vendas e, em cima disso, projetar as demandas para então calcular a real necessidade de compras;
  • Verificar o estoque mínimo dos itens, pois existem determinados produtos que não podem faltar nunca;
  • Fazer o inventário cego para garantir que a contagem do estoque seja feita de forma rigorosa, reduzindo as chances de erros e de desvios;
  • Além de tratar rotas de entrega de fornecedores, tipos de embalagens, e ainda, faturamento mínimo.

Porém, depois de definir a quantidade ideal a ser comprada, como garantir a melhor compra sem interferir na qualidade? Continue acompanhando para saber mais!

Garanta a melhor gestão de compras se atentando a alguns detalhes

Para garantir a melhor compra sem comprometer a qualidade, o primeiro passo é fazer a cotação com vários fornecedores e se atentar a detalhes, como:

  • Periodicidade de entrega: porque não adianta ter excelentes preços se o fornecedor não te atende no prazo necessário. É importante validar que as datas de entrega do fornecedor coincidam com as suas datas de recebimento.
  • Variação de impostos: pois sabemos que existem variações devido ao regime tributário dos fornecedores que impactam no custo líquido de produtos.
  • E faturamento mínimo: já que muitos fornecedores exigem uma quantidade mínima no pedido.

Tendo todas essas situações alinhadas, é possível garantir o volume certo de compra e as melhores condições, sempre atrelando-os ao orçamento da unidade.

E o que é melhor: todo esse controle pode ser feito por meio de uma ferramenta que controla tudo isso e auxilia na sua gestão, permitindo uma melhor performance operacional e obtendo o melhor resultado para o seu negócio.

Sabendo que a tecnologia é capaz de incrementar a receita de uma empresa em até 70%, não investir nessa vertente é comprometer, inclusive, o posicionamento da organização no mercado.

Por isso, busque por uma solução que otimize a gestão de compras, desempenhando cada processo citado anteriormente, centralizando-os em apenas uma ferramenta. Para isso, não deixe de avaliar as melhores opções que o mercado oferece!

Curtiu o conteúdo? Não deixe de comentar abaixo e compartilhar em suas redes sociais. Esperamos ter ajudado. Até a próxima! 🙂

Quer saber mais sobre as melhores dicas e soluções do mercado?
Entre em contato com um de nossos consultores para saber mais!