Se você entrou nesta página apenas para emitir 2ª (segunda) via do boleto, não perca tempo!

Clique na bandeira do banco abaixo para emitir seu boleto!

Emissão de boletos: o que devo saber para emitir boletos? 1Emissão de boletos: o que devo saber para emitir boletos? 2Emissão de boletos: o que devo saber para emitir boletos? 3Emissão de boletos: o que devo saber para emitir boletos? 4

Deseja saber mais sobre emitir boleto, continue a leitura do blog!

Para trabalhar a emissão do boleto de cobrança e fazer a gestão deles é um processo que requer investimento em um bom sistema de gestão financeira e mão de obra qualificada.

Um ERP que faz gestão de boletos, recebimentos e pagamentos deve ser uma solução tecnológica específica para essa atividade, que pode parecer simples, mas requer atenção pois têm suas implicações.

Então, como fazer o controle de emissão de boletos de forma assertiva? Acompanhe a leitura, pois preparamos algumas instruções estratégicas para o seu negócio.

O pagamento por meio de boletos bancários é muito popular no Brasil. Lançado pelo Banco Central em 1993, o boleto bancário é o instrumento mais utilizado em qualquer negociação de compra e venda de produtos e serviços.

pagamento com boleto bancário

O pagamento com boletos bancários representa inúmeras vantagens para as empresas, mas a principal é otimizar sua gestão financeira.

Devido à praticidade e o menor custo – realizar por meio de boletos bancários – o pagamento é uma necessidade para boa parte da população.

Por isso, o empresário deve considerar ter um sistema de boletos de cobrança em sua organização.

Até porque, conforme a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), cerca de 4 bilhões de boletos são processados por ano no Brasil.

Pode parecer algo comum, mas as empresas que utilizam do recurso de emissão de boletos estão, na verdade, transformando seus processos de compra e venda de produtos ou serviços em um processo rápido, sem falhas e bem executado.

emissão de boletos

Quando se fala de boletos é imprescindível que as empresas os registrem, reduzindo assim problemas que envolvam golpes.

Por isso, a fim de aumentar a segurança e reduzir perdas geradas pelas fraudes, a Febraban criou um projeto chamado Nova Plataforma de Faturamento e, atualmente, todos os recibos devem ser registrados no mercado.

Essa modalidade de pagamento por boleto pode assegurar mais segurança e transparência nas transações, facilitando cada vez mais a rotina dos clientes e das empresas.

Continue lendo para saber o que deve fazer para emitir boletos. Fique atento às dicas estratégicas para o seu negócio.

O que é API de pagamento?

Antes de falarmos da importância de se ter um sistema de emissão de boletos, vamos entender o que é uma API.

definição de API em software

Além disso, as APIs têm papel estratégico, uma vez que é possível, por exemplo, realizar trocas de informações entre um sistema ERP (Enterprise Resource Planning) e outras plataformas.

Um bom exemplo de funcionalidade das APIs são os sistemas de pagamento online, as quais são geradas de maneira automática. Ou seja, a API é uma ferramenta que visa a auxiliar na redefinição da execução de tarefas, permitindo que a plataforma emita o boleto registrado.

No caso de uma API de pagamentos, a empresa pode automatizar tarefas que antes eram realizadas por funcionários, reduzindo tempo e custos, além de facilitar o trabalho dos gestores.

funcionalidades de uma API no software

Com uma API simples de integrar é possível suportar carteiras de vários bancos, além da agilidade na homologação de cada uma delas.

Utilizando um bom sistema de emissão de boleto é possível estar integrado com os maiores bancos do país.

Por que adquirir um sistema ERP para emissão de boletos?

A integração de um ERP com bancos pode ser um desafio para muitas organizações empresariais.

Isso porque é comum uma empresa adotar vários sistemas para gerenciar diferentes funções como: um para lidar com as contas a pagar, outro para gerar folhas de pagamento, outro para gerenciar os impostos (tributos), entre outros.

software erp

Observe que, para emitir boleto bancário com registro, sua empresa precisa ter uma conta cadastrada no banco e um emissor de boleto.

E, se integrado a um sistema ERP, fica mais fácil garantir a emissão de boletos com registro. É segurança para a empresa e também para o cliente.

Como emitir boletos com registro?

Para fazer a emissão do boleto de cobrança é necessário reunir uma sucessão de informações, como:

  • CNPJ do vendedor;
  • CPF ou CNPJ do cliente;
  • Endereço completo;
  • Data de vencimento, o valor do boleto, etc.

E esse processo demanda custo, tempo e mão de obra. Além disso, para otimizar a gestão dos boletos e aumentar a produtividade é necessário utilizar um software de gestão específico para essa atividade.

Com um bom software ERP para integração bancária você pode:

  • Automatizar as funções de finanças e de contas a pagar e contas a receber;
  • Processar pagamentos;
  • Otimizar processos de finanças e tesouraria;
  • Adicionar e remover contas bancárias em minutos;
  • Controlar a carteira de cobrança;
  • Automatizar a gestão de boletos sem erros;
  • Atualizar boleto de forma rápida e segura;
  • Mapear formatos de arquivo de qualquer banco;
  • Identificar fraudes e riscos de erros.

A integração entre software ERP e a instituição financeira é fundamental, pois permite que as organizações automatizem os processos manuais, o que aumenta a precisão dos dados e permite reduzir a dependência da força de trabalho interna, além do acesso aos dados a partir de qualquer local.

Por isso, ter as informações apresentadas por relatórios de um gerenciador financeiro online pode ser o caminho mais assertivo para o planejamento da gestão empresarial.

O que é o sistema de gerenciamento financeiro?

O sistema de gerenciamento financeiro é um software que inclui as ferramentas e processos que gerenciam e controlam receitas, despesas e ativos.

Com isso, todo o processo realizado por meio do software ERP tem o intuito de proteger os dados financeiros contra fraudes, entre outras aplicações.

Conheça algumas das vantagens de emitir boletos com soluções ERP:

  • controlar sua carteira de cobrança;
  • efetuar pagamentos;
  • controlar cada boleto pago.

Além disso, o sistema configura todos os dados a serem incluídos no boleto de uma só vez. Ou seja, todos os dados da venda são transferidos para o boleto que será emitido para o cliente. É economia de tempo e agilidade ao processo.

Conclusão

Muitas empresas utilizam-se de sistemas falhos em sua gestão financeira, por isso, ter um software ERP, além de centralizar todos os processo em apenas uma ferramenta, permite gerar boleto homologado com diversos bancos, além de trazer vantagem competitiva e contribuir para uma gestão mais eficiente.

Além de apenas registrar os boletos, o software de gerenciamento financeiro permite que haja redução de erros contábeis e dos ciclos de faturamento, cumprindo as leis tributárias e regulatórias e otimizando a gestão financeira do seu negócio.

Deseja conhecer mais a respeito do assunto abordado? Fale com um de nossos consultores. Até a próxima!

Quer saber mais sobre a ferramenta para emissão de boleto?
Converse agora com um dos nossos consultores e tire todas as suas dúvidas.