Seja em um restaurante corporativo, escola ou até em hospitais, fazer a gestão da alimentação coletiva corretamente pode ser um grande desafio aos profissionais da área.

Isso porque são inúmeros os detalhes que devem ser alinhados para que tudo saia conforme o planejado, evitando o tão temido prejuízo financeiro.

Tendo em vista um mercado cada vez mais avançado, evidenciado pelo aprimoramento de tecnologias e pela ampla concorrência, cabe aos gestores optarem por estratégias não apenas para se manter na área como também garantir a sobrevivência de sua empresa.

No entanto, é possível otimizar o controle de uma organização investindo em um sistema de gestão para alimentação coletiva, que surge com a premissa de facilitar a vida dos diretores, evitando inclusive gastos além do orçamento.

Sabendo disso, como garantir mais sucesso na gestão de empresas de alimentação coletiva, aumentando a performance da equipe e reduzindo custos?

Continue nos acompanhando para saber mais. Vamos lá?

sistema alimentação coletiva

Como otimizar o dia a dia de uma empresa de alimentação coletiva?

A rotina de uma concessionária de alimentação requer muito trabalho e organização.

Até porque, são vários os clientes a serem atendidos, o que nos leva a pensar que também existem diversos detalhes e restrições no contrato de cada um deles e que precisam ser seguidos à risca.

O planejamento de cardápio, a quantidade de mercadorias compradas e até as normas podem variar bastante de empresa para empresa.

Por exemplo, em uma indústria, as refeições devem ser preparadas e servidas de uma forma diferente do que as que são executadas em um hospital, que exigem muito mais cautela levando em consideração o prontuário dos pacientes.

Digamos então que cada cenário possui diferentes rotinas a serem cumpridas. E isso faz toda a diferença no momento da assinatura de um contrato.

Agora, pensando enquanto gestor, em seu dia a dia, como você organiza essas diferentes demandas? E como são registradas as atividades que vão desde o preparo até a entrega das refeições? Você conta com algum software para te ajudar com todo esse controle?

Caso não exista ainda nenhum investimento nesse sentido, é hora de cogitar um sistema ERP para gestão de alimentação coletiva para tornar sua rotina ainda mais prática de forma geral, capacitando os colaboradores a trabalhar com mais rapidez e assertividade.

Quer saber mais? Continue lendo logo abaixo.

Por que um sistema de alimentação coletiva?

Em textos anteriores, debatemos a importância de um sistema ERP em uma empresa, independente do segmento de mercado. Vamos relembrar?

Definido como uma tecnologia que facilita a gestão de uma empresa, o sistema ERP (Enterprise Resource Planning) integra todas as informações necessárias para o controle diário em apenas uma ferramenta.

Também conhecido como Sistema Integrado de Gestão ou Sistema de Recursos Empresariais, essa ferramenta tem sido cada vez mais cogitada por gestores que desejam ter um acesso mais prático aos dados da organização, contribuindo para mais ganhos em performance na equipe de forma geral.

A principal ideia do sistema é reunir todos os módulos de atividades de uma empresa em apenas um só lugar, tornando os dados de gestão mais acessíveis e fáceis de controlar, além de gerar relatórios gerenciais que agilizam a tomada estratégica de decisões.

Basicamente: mais praticidade na gestão e decisões assertivas em menor tempo.

Lembrando que todos esses fatores proporcionados pelo sistema de alimentação coletiva contribuem para:

  • Mais autonomia aos colaboradores, isto é, produtividade da empresa;
  • Menos burocracia à gestão dos setores de uma organização;
  • Mais agilidade no acesso a dados e relatórios gerenciais;
  • Menos erros na gestão e prejuízos financeiros.

Mas, vamos fazer um recorte ao universo de Food Service.

Pensando enquanto diretor de uma concessionária de alimentação: o quão estratégico é poder contar com uma tecnologia que seja capaz de otimizar todas as etapas de processos do dia a dia, potencializando os resultados da empresa?

É sobre isso que iremos falar logo abaixo: das vantagens que um sistema de gestão em alimentação pode trazer aos principais processos do seu negócio. Vamos lá?

1 – Planejamento de cardápio

Toda e qualquer concessionária de alimentação deve se atentar ao planejamento de cardápio, até porque, esse processo obrigatório pode variar a depender do tipo de empresa atendida.

O fato é que, no dia a dia, os nutricionistas responsáveis por essa função devem planejar opções mais adequadas para atender o determinado tipo de público da organização contratante, além do contrato e do orçamento pré-estabelecido com cada uma delas.

O planejamento de cardápio exige tempo e atenção redobrada dos profissionais de Nutrição, que muitas vezes têm que se desdobrar para atender a todas as demandas. E convenhamos que gerir tantas informações em planilhas manuais e de cabeça não torna o processo mais fácil, pelo contrário, pode contribuir para mais lentidão no processo, além dos erros que acabam sendo cometidos por falhas humanas.

Nesse caso, o software para concessionária de alimentação surge como um agente facilitador aos nutricionistas.

Reunindo todas as informações necessárias em apenas um sistema, os profissionais passam a ter uma visão mais horizontal da rotina, tendo acesso a dados como produtos (inclusive os que estão entressafra, por meio do controle de sazonalidade) valores nutricionais, além do orçamento já determinado, evitando que valor se exceda, o que pode causar prejuízos à empresa.

Assim, os nutricionistas conseguem planejar um cardápio (de forma centralizada ou descentralizada) com mais rapidez e assertividade, atendendo a todos os requisitos da organização contratante.

Imagine fazer a gestão de todas as informações necessárias em apenas uma tela? Com o sistema de alimentação coletiva você pode!

CTA para baixar o ebook 7 erros ao planejar um cardapio

2 – Controle de Estoque

Cuidar do estoque também é uma tarefa cotidiana e que precisa ser realizada com muita atenção. É necessário, principalmente, estar em dia com as normas e melhores práticas desse processo de forma a garantir mais qualidade do que é servido.

Sabendo disso, muitos gestores e profissionais da área podem encontrar dificuldades em gerenciar tantos produtos, se atentando às quantidades disponíveis e ao prazo de validade, que pode causar perdas e prejuízos financeiros à empresa.

Por isso, aqui vai uma pergunta: como você tem feito o monitoramento dos lotes de cada mercadoria? Você conta com algum tipo de auxílio para tornar o processo mais prático?

Caso não, saiba que o sistema para alimentação também pode te ajudar com esse desafio.

O módulo de gestão de estoque permite que você administre as rotinas de inventário de estoque, rotativo e/ou estoque cego com mais agilidade. Tudo isso contribui para uma gestão mais estratégica, permitindo mais eficácia nos fluxos de trabalho.

Com o sistema ERP para gestão em alimentação, também é possível conferir se a quantidade de mercadorias em seu estoque físico corresponde ao número que está sendo sinalizado no sistema.

A rastreabilidade de produtos também é uma importante ferramenta que permite identificar os lotes de produtos e matérias-primas com mais agilidade. Essa funcionalidade permite a consulta sobre os dados de uma mercadoria, assim como seus componentes e data de validade, evitando sua perda no estoque.

De forma geral, o sistema de gestão facilita a gestão do estoque, permitindo a verificação dos produtos que serão utilizados nos próximos dias e quais estão próximos à data de vencimento: tudo isso através de uma tela e utilizando apenas uma ferramenta.

Imagine poder acessar todas essas informações sem precisar ir presencialmente até seu estoque conferindo item por item? Muito mais prático!

3 – Gestão de Compras

E por falar em estoque, o sistema de alimentação coletiva também pode te ajudar a fazer compras gastando menos.

Reunindo as informações necessárias para esse processo, o gestor ou nutricionista consegue gerar a previsão de consumo cruzando as informações referentes às aquisições dos produtos.

E sabe qual a melhor parte? O sistema para alimentação coletiva permite que você compare os valores de cada fornecedor de forma rápida e simultânea, ampliando sua visão estratégica sobre os gastos que podem ser realizados sem comprometer o seu orçamento.

É como saber como definir a melhor compra em apenas uma tela.

Imagine o tempo que pode ser economizado com contatos por e-mail ou telefone e com o preenchimento das planilhas manuais?

Sem contar que, se você tem acesso a todas essas informações, você fará uma compra mais estratégica, contribuindo mais uma vez para a economia da sua empresa.

Indicadores como diferenças de alíquotas dos impostos, a reputação do fornecedor mediante sua qualificação, prazo de entrega e até valor do frete podem ser consultados no sistema.

Todas as informações que qualquer profissional da área necessita para negociar, certo?

Conclusão

Dentre as várias funções que um sistema de alimentação coletiva desempenha, a principal delas é tornar mais fácil a gestão de uma empresa, tanto para gestores quanto para os profissionais que lá trabalham.

Disponibilizando informações de processos como planejamento de cardápio, controle de estoque e gestão de compras, o software proporciona mais praticidade a quem cuida do processo, evitando retrabalhos e muito tempo gasto em planilhas manuais, por exemplo.

Além disso, é importante reforçar que o sistema pode ser acessado por meio de um notebook e até de um celular, permitindo um acesso ainda mais rápido. Ou seja, o gestor ou profissional pode visualizar os dados em qualquer lugar, sem estar nas dependências da empresa.

Vale lembrar que a adoção de uma tecnologia pode aumentar o desempenho dos colaboradores em até 78%. Por isso, leve em consideração, estude o cenário, seu orçamento e tire todas as dúvidas sobre o assunto!

Quer saber mais? Então converse com um de nossos consultores!

Curtiu o conteúdo? Comente abaixo o que você achou e compartilhe o texto em suas redes sociais. Esperamos ter ajudado, até a próxima!

Quer saber mais sobre nosso sistema de alimentação coletiva?
Converse agora com um dos nossos consultores e tire todas as suas dúvidas.