Como a sua loja pode se preparar para o futuro com o Omnichannel?

Em tempos de constantes inovações e de ampla concorrência, investir em estratégias diferenciadas podem garantir, principalmente, a longevidade de qualquer negócio.

Imersos na que chamamos de “era digital”, e constantemente permeados por recursos tecnológicos, é natural que o direcionamento do mercado também se oriente por esse trajeto.

A partir de inúmeras soluções que visam, sobretudo, atrair e fidelizar mais clientes, além de proporcionar uma experiência única a cada um deles, as empresas têm apostado, inclusive, em ferramentas para tornar a gestão mais prática e dinâmica.

No entanto, antes de nos adentrarmos em cada funcionalidade, e como as tecnologias auxiliam gestores a tomar decisões mais ágeis e assertivas, vamos dialogar um pouco sobre uma tendência do varejo que ganha força e que surgiu em meio a esse cenário digital.

Quer saber mais? Continue nos acompanhando para descobrir! 🙂

O que é Omnichannel e qual sua importância?

Conforme dito anteriormente, o Omnichannel é uma tendência do mercado do varejo que visa, principalmente, integrar todas as informações de uma empresa, unificando-as tanto no cenário físico quanto online.

A estratégia surge com a premissa de tornar o atendimento mais qualificado, enaltecendo a experiência do consumidor e transformando-o, não apenas em cliente, mas em um defensor da marca.

O Omnichannel trabalha tanto com a vertente online quanto à offline, buscando integrá-las, e não substituir o formato tradicional pelo mais novo.

Esse raciocínio é defendido por Philip Kotler, no livro “Marketing 4.0”, que afirma que: “Embora as empresas on-line tenham conquistado uma fatia significativa do mercado nos últimos anos, não acreditamos que irão substituir por completo as empresas off-line.”.

A ideia condiz com o que a tendência Omnichannel trabalha, em que o consumidor estará imerso tanto no cenário físico quanto digital, não percebendo a diferença diante de sua experiência de interação.

O autor ainda complementa, ressaltando que: “Da mesma forma, não acreditamos que a ‘nova onda’ do marketing on-line acabará substituindo o ‘legado’ do marketing off-line. Na verdade, acreditamos que eles precisam coexistir para oferecer a melhor experiência ao cliente.”.

Em suma, seja por meio da loja física ou de um serviço de e-commerce, o Omnichannel irá proporcionar mais praticidade ao cliente, contribuindo para mais satisfação com os produtos ou os serviços ofertados pela empresa.

A tecnologia aliada às tendências de mercado

Dito isso, o varejo, por sua vez, tem investido nessa tendência, não apenas para garantir uma experiência positiva ao cliente, como também se consolidar em um mercado cada vez mais competitivo e exigente.

Segundo estudos, estruturar uma estratégia 360º de comércio e varejo pode elevar o faturamento em até 51,3%. Número bastante expressivo, diga-se de passagem.

Com essa estatística em mente, é improvável não tomar decisões que contemplem a vertente da interação entre a loja física e o cenário digital.

Uma ideia é apostar na identidade visual da empresa, integrando-a com o layout do site ou aplicativo da mesma.

A integração gerada pelo Omnichannel também permite a criação de ações de marketing mais efetivas. É o caso do cliente realizar a compra online de determinado produto para retirá-lo no estabelecimento. Ou a avaliação realizada no espaço físico por meio de um totem para divulgação nas redes sociais da empresa.

Outra iniciativa é enviar informações sobre produtos similares ao que o cliente comprou por e-mail, valorizando sua experiência pessoal.

E por que não investir em sistemas de automação comercial para auxiliá-lo nessa integração?

O uso de tablets nos estabelecimentos promovem um atendimento mais dinâmico, permitindo que os funcionários consultem dados relevantes em tempo real, tornando a experiência ainda mais personalizada.

No caso no segmento de alimentação fora do lar, o uso de comandas eletrônicas é uma opção estratégica para otimizar todas as etapas de produção. Assim, evita-se transtorno com lentidão no atendimento. O mesmo vale para os terminais de autoatendimento, que agilizam os pedidos e tornam a experiência mais personalizada.

Vale lembrar que, segundo a empresa PwC, 43% dos consumidores da categoria moda se consideram compradores de ambos canais, ou seja, tanto online quanto offline.

Novamente as estatísticas comprovam que o Omnichannel é uma tendência para os próximos anos, e que o varejo tende a lucrar ainda mais ao elaborar suas estratégias em torno da integração que a ferramenta proporciona.

Atente-se às soluções de mercado!

E você, enquanto gestor, está preparado para os próximos passos da tecnologia de mercado? É essencial cogitar soluções para o seu negócio.

Quer saber mais sobre como a automação comercial pode te auxiliar com as tendências do mercado? Entre em contato com um de nossos consultores e saiba mais!

Ficou interessado em saber mais sobre o assunto?
Então não deixe de entrar em contato com um de nossos consultores.
O bate-papo é sem compromisso! 🙂

[]
1 Step 1
Nome
TelefoneSeu telefone
Empresa
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Curtiu o conteúdo e o achou útil para você? Não deixe de comentar abaixo e compartilhar o texto em suas redes sociais. Até a próxima!

2019-03-19T10:28:46-03:004 de janeiro, 2019|Automação Comercial|

Deixar um comentário

2 + sete =