Você já enfrentou problemas com a gestão de contratos da sua empresa de refeições coletivas? Eles te resguardam de ter um prejuízo mais tarde? Ou você tem problemas em gerenciá-los e garantir que eles sejam cumpridos?

Neste texto vamos falar sobre as boas práticas de gestão de contratos no mercado de Food Service e te dar três dicas para melhorar esse processo.

É sabido que para uma empresa sobreviver, ela precisa vender. E é aí que entra a importância dos contratos. Com eles, você garante que os seus clientes vão ficar satisfeitos — porque você vai seguir rigorosamente o que eles pediram — e que sua empresa receba exatamente o que foi vendido.

Mas qual o diferencial de um bom contrato? Continue acompanhando e descubra!

gestão de contratos

1. Garantir um padrão de contratos

Sua equipe comercial tem um modelo de contrato para seguir na hora da venda? Fechar um contrato com informações erradas, pode fazer sua empresa perder dinheiro, e pior, perder o cliente.

Para evitar a insatisfação, você deve se preocupar em fazer uma análise completa da empresa que contratou os seus serviços e atender a todas as necessidades dela.

Não ter um modelo padrão de contrato gera retrabalho, informações desencontradas e dificuldade em obter dados.

Tudo isso pode gerar uma enorme dor de cabeça no dia a dia de quem gerencia esses contratos, além do possível prejuízo no fechamento do mês.

2. Garantir a qualidade do serviço

Com tanta concorrência no mercado de Food Service, você precisa ganhar a confiança do seu cliente. E o segredo está nos detalhes.

Se preocupar com variáveis como: restrições alimentares dos funcionários, estilo de refeição do local, e oferecer diferentes opções diárias de refeições, melhoram o nível do seu serviço.

Algumas empresas fornecem todos os dados necessários durante a negociação, mas, e quando isto não acontece?

Uma boa saída é automatizar esse processo e calcular o preço final a partir de informações, como: os equipamentos que serão usados, a mão de obra por turno e até mesmo o planejamento de cardápio. Tudo isso deve ser feito em cima do perfil do cliente, das restrições contratuais, do número de refeições, do per capita e quais dias serão contratados, entre outros.

3. Ter um sistema que agiliza e simplifica a gestão de contratos

Podemos dizer que a gestão é fundamental, do início ao fim do cumprimento de um contrato. Se sua empresa está focada em crescer, você precisa investir em uma solução que trate dos contratos já existentes e que cuide do novo volume de maneira ágil e eficaz.

Mas, atenção! Não adianta ter informações precisas se elas não chegam aos setores responsáveis pela produção e pela distribuição do seu produto.

É importante que essas áreas funcionem de forma integrada, com dados atualizados em tempo real e com a agilidade que a tecnologia traz aos processos.

Com uma boa gestão você ganha mais clientes, reduz o desperdício de alimentos, aumenta a eficiência nos processos e, com isso, toma decisões mais inteligentes.

Quer saber mais sobre o sistema que otimiza sua gestão de contratos? Converse agora com um de nossos consultores e fique por dentro de nossas soluções!

Não deixe de comentar abaixo e compartilhar o conteúdo em suas redes sociais. Esperamos ter ajudado. Até a próxima!