Globalização, quebra de paradigmas, margens reduzidas, fusões, aquisições, isto é, mudanças, comuns no mercado de food service. Elas movimentam estratégias e se tornam necessárias para o sucesso e crescimento de um empreendimento. Nestas fases em que as organizações dão seus saltos de desenvolvimento, podemos afirmar que as “pessoas” são o principal diferencial para a garantia destes eventos, pois são elas que asseguram as implantações dos novos processos.

Observe seu próprio negócio à distância, e verá mais facilmente o que sua organização necessita para fazer a diferença de que o mercado precisa. O seu cliente pode estar comprando uma solução ou benefício indireto de seu produto, e mudanças de marketing ou de estratégias comerciais são úteis para fazer seus prospects sentirem melhor as vantagens de comprar o que você produz. As solicitações de seus clientes são as que mais contribuem para as melhorias de sua companhia. Lembre-se de que se seu produto ou serviço for igual ao de seu concorrente, sua empresa poderá não estar a um nível elevado de competição e não ser vista, assim, como a melhor alternativa de compra, considerando, neste caso, a percepção do consumidor.

Neste mundo de tanta competitividade, existem aqueles que sentem falta da personalização, do contato “cara a cara”, do “foi feito para você”, de ter “seu nome estampado” na tampa. Uma recente campanha da Coca-Cola Zero, por exemplo, fez bastante sucesso entre os consumidores, ao aproximá-los da marca, estampando seus nomes nas embalagens do produto. Agora vemos a mesma associação com locais que remetem o consumidor a uma viagem ou momento agradável. Neste ambiente de grandes redes, ainda existem pessoas que preferem fazer seu lanche naquela pequena lanchonete da esquina, porque o atendente, que é um senhor de 70 anos, o conhece desde pequeno, sabe de todas as suas preferências, e tem um jeito especial de atendê-lo.

Resumindo, para que sua empresa se mantenha competitiva neste mercado tão acirrado – que cresce na casa de dois dígitos ao ano -, é preciso conquistar, multiplicar e manter clientes. Mesmo sendo uma tarefa difícil, ainda mais com o uso da tecnologia e com acesso fácil à informação, os produtos e serviços têm ficado cada vez mais iguais. E o que fazer para que eles façam a diferença?

A resposta é simples: investir nos recursos humanos (pessoas) de sua empresa, para que você possa contar com equipes mais criativas e comprometidas com o seu negócio. Além disso, é importante ter informações claras de crescimento de vendas ou da rentabilidade de alguma linha de seus produtos, possibilitando aumentar o foco e o faturamento de sua companhia. Lembrando, é claro, que o foco hoje não está mais no produto e sim no cliente.