Fazer a gestão em restaurantes, ou em um estabelecimento de alimentação fora do lar, requer muita dedicação e atenção redobrada. Até porque, são vários os detalhes que precisam funcionar para que tudo saia conforme o planejado.

Para os gestores, manter a ordem pode ser um grande desafio. Em meio a um cenário cada vez mais atento e competitivo, oferecer apenas um bom serviço não é o bastante para a longevidade do negócio.

Diante de consumidores cada vez mais exigentes, o mínimo que se espera hoje em dia é uma experiência positiva e marcante. Porém, será que você, gestor, está atento quanto ao básico?

No post de hoje vamos debater alguns dos erros mais comuns em restaurantes, bares ou lanchonetes que podem não apenas comprometer a confiança dos consumidores como também ocasionar prejuízos financeiros ao estabelecimento. Vamos conhecer alguns deles? Acompanhe!

gestão em restaurantes

1. Deixar seus clientes esperando por atendimento

O primeiro item é possivelmente a causa mais comum de insatisfação entre os clientes. E se é uma causa que requer atenção especial é porque acontece com mais frequência.

Quantas vezes você, enquanto consumidor, não teve que esperar vários minutos para que o atendente viesse até a sua mesa?

Tomando como base que os consumidores que vão até um restaurante estão com fome, nada pode ser mais desagradável do que uma longa espera para fazer o pedido, certo?

Como resolver a espera por atendimento?

Existem duas soluções par esse caso, que não apenas agilizam o atendimento, como o tornam ainda mais prático para ambas as partes:

Com a tecnologia de Ponto de Venda (PDV), os garçons, utilizam dispositivos móveis (como tablets) e atendem aos clientes com agilidade apenas acessando o sistema, que informará qual mesa ainda não realizou o pedido, permitindo uma performance mais estratégica ao profissional. Ideal para não deixar a clientela desamparada, mesmo que os pedidos já tenham sido realizados.

Outra solução é investir em terminais de autoatendimento, que tornam os clientes ainda mais independentes. A solução é indicada para estabelecimentos fast-food e permite a escolha, personalização do pedido e a ágil entrega, uma vez que ele é diretamente repassado à equipe da cozinha. Bastante válido para reduzir filas e a sobrecarga de atendentes.

2. Demorar a entregar os pedidos

Outro fator que causa muita dor de cabeça aos clientes e também aos atendentes. Mais uma vez é preciso pensar que se a pessoa está em um restaurante, podemos presumir que há fome e por isso a vontade de esperar é a menor possível.

Além disso, de nada adianta garantir um rápido atendimento se os pratos demoram a ser entregues, não é? Basta apenas pensar se você, enquanto cliente, recomendaria um restaurante que demora a trazer o que foi pedido à mesa. Temos certeza que não.

Como resolver a demora na entrega de pedido?

Mais uma vez a solução de PDV surge como solução para este caso. Fazendo uso de comandas eletrônicas por meio de tablets, os garçons repassam os pedidos diretamente da mesa. Isto é, ele otimiza o trajeto até a cozinha e ainda evita que algo saia fora do planejado por conta de algum ruído com a equipe de cozinheiros.

Leia também: Quais as principais reclamações dos clientes em restaurantes?

3. Não atualizar o cardápio

“Tem, mas acabou”. Essa expressão provavelmente é utilizada por muito atendentes ao justificar a falta de produtos em um cardápio.

Muitas vezes, os clientes possuem alguma restrição alimentar ou possíveis preferências em que perguntas sobre determinado prato serão feitas. A questão é: o seu time de atendentes está pronto para atendê-las?

Aqui existem dois problemas em restaurantes:

  1. Cardápios que não atualizados quanto aos produtos presentes no estoque.
  2. Falta de informações no menu para esclarecer a dúvida dos clientes.

Como resolver a atualização do cardápio?

Conte mais uma vez com as soluções de PDV. As ferramentas disponibilizam o cardápio digital através da tela dos dispositivos móveis utilizados pelos atendentes, ideal para consultar as informações dos pratos, como ingredientes, por exemplo. Respostas mais ágeis e clientes menos frustrados com cardápios defasados.

4. Faltar sincronia entre os garçons e a equipe da cozinha

Se o atendente anota o pedido em uma comanda de papel e demora a repassá-lo à equipe da cozinha, logo o tempo de entrega será comprometido. E aí voltamos ao segundo item da nossa lista.

Outra situação que pode ocorrer é a perda da comanda de papel tanto no espaço do restaurante quanto no da cozinha. Resultado? Retrabalho aos profissionais além de dor de cabeça aos clientes.

Como resolver a falta de sincronia entre garçons e cozinha?

Por meio da tecnologia KDS (Kitchen Display System), a equipe de cozinheiros otimiza suas atividades, produzindo mais e em menor tempo.

Através de uma tela alocada na cozinha, os profissionais acompanham o que precisa ser feito e quantos minutos para prepará-lo. Além disso, a tecnologia ainda contribui para que todos os pratos sejam entregues ao mesmo tempo à mesa. Impressionante, certo?

CTA para baixar o ebook do KDS

5. Não investir em um sistema para gestão em restaurante

Imagine ter que cuidar de cada movimentação em seu estabelecimento por meio de planilhas manuais? Muito trabalho e ainda grande chances de erros gerados por falhas humanas.

Por isso, diante de tantos detalhes que necessitam estar alinhados no dia a dia, investir em softwares para restaurantes que otimizam os processos garantem benefícios em curto e em longo prazo ao estabelecimento.

Segundo estudos, a tecnologia pode aumentar em até 70% a receita de uma empresa.

Como resolver o investimento em software?

Considerar a solução e procurar por softwares com expertise de mercado para evitar problemas em restaurantes.

Curtiu o conteúdo? Então comente abaixo e compartilhe o texto em suas redes sociais. Esperamos ter ajudado. Até a próxima! 🙂

Ficou interessado em saber mais sobre o assunto?
Então não deixe de entrar em contato com um de nossos consultores.
O bate-papo é sem compromisso! 🙂