Redes e Franquias: o produto mais vendido é o mais lucrativo?

 

No post em que dialogamos recentemente, um dos especialistas em gestão de redes e franquias da Teknisa, Samuel Murta, nos contou sobre informações e o quão elas precisam ser objetivas para o sucesso de um negócio.

Dentro desta vertente, é percebido que de nada adianta ter dados e não analisá-los da maneira correta. Com isso, Samuel propõe a seguinte pergunta: “Você, enquanto franqueador ou franqueado, já parou para pensar se os seus produtos mais vendidos são, de fato, os que trazem mais lucro?”

Continue nos acompanhando para dicas e orientações relevantes do nosso especialista. 🙂

O produto mais vendido é também o mais lucrativo?

Samuel conta que, durante um processo de consultoria do qual participou em uma franquia de açaí, foi identificado que o produto mais vendido não era o mais lucrativo.

Os produtos que traziam mais saúde para a venda eram os acréscimos, tais como: o leite em pó; a granola; entre outros. Com essa análise, foi possível otimizar a logística e o estoque; no intuito de melhorá-lo e colocar em evidência os produtos que mais davam lucros.

Ter informações sobre seus clientes é tão importante quanto saber qual produto é mais vendido

As informações necessárias para um lucro expressivo vão muito além de produtos mais vendidos. É preciso conhecer os seus consumidores e, para isso, outros dados são muito importantes, como: nomes dos clientes e também datas de aniversário, idade, horários de consumo, preferências etc. Tudo isto colabora para a realização de campanhas de fidelização. Pode-se presentear ou fazer, quem sabe, uma promoção para aqueles consumidores mais fiéis.

Samuel ainda destaca: Caso seu intuito seja expandir sua marca com um terceiro gerindo a empresa, certifique-se de que essa pessoa tem a total capacidade para fazer gestão de um negócio.

Infelizmente, ainda é visto muitas lojas fechando. Isso porque os donos, gestores, não conseguem trazer uma gestão eficiente para o seu negócio.

Ter informações como público-alvo e o ticket médio, são tão importantes quanto ter dados sobre quem vai gerir a sua unidade ou a sua franquia. Essas informações, vão ajudar a entender qual o limite do seu CMV (Custo de Mercadoria Vendida) para saber se a sua operação será ou não saudável; e uma boa dica, é deixar o novo gestor/empresário ajudar nesta informação.

Redes e franquias: as informações fazem toda a diferença

Outras informações também são super importantes; como por exemplo: qual o custo de vender uma mercadoria no cartão de crédito, débito ou cartão refeição? Esses dados irão te ajudar a negociar, principalmente, com cada adquirente. Seja Cielo, Getnet entre tantas outras no mercado.

Dessa forma, sua gestão pode aumentar a lucratividade do seu negócio. Portanto, deixe a criatividade fluir para estruturar as campanhas, mas nunca sem as informações para embasar suas ideias.

Mas afinal, onde conseguir estas informações? Onde cadastrá-las? Como analisá-las? Será que você pode contar com seu software atual para isso? Caso sua resposta seja negativa, experimente falar com um de nossos consultores através do fale conosco. Estamos sempre dispostos a te auxiliar! 🙂

2018-12-07T10:19:10+00:0020 de julho, 2018|Franquias|

Deixar um comentário

11 + 13 =