Teknisa://Resultado Financeiro: analise diariamente e fuja da “autópsia”

Resultado Financeiro: analise diariamente e fuja da “autópsia”

Quando falamos do resultado financeiro de uma empresa, é comum que cada gestor o trabalhe de uma forma. Enquanto alguns fazem uma análise mais apurada e menos espaçada entre os períodos, outros optam por fazê-la mensalmente.

Claro que, enquanto tomador de decisão, é importante ter em mente estratégias que otimizem alguns processos. E a verificação dos gastos é apenas uma das várias atividades que devem ser desempenhadas em uma empresa.

Estipular um planejamento não é fácil. Cumpri-lo à risca é ainda mais difícil. No entanto, projetar algumas medidas e se educar quanto às estratégias é um passo inicial para tornar a análise do resultado financeiro mais assertiva.

Vamos supor que você, que está lendo esse post, é um gestor que deve realizar esse levantamento a cada período. Agora gostaríamos de saber mais. Diga-nos: você realiza esse apanhado diariamente, uma vez por semana ou apenas no fim de cada mês?

Antes de nos contar, já podemos adiantar que, caso seja a terceira opção, a gestão não está correta. Mas, por quê?

Continue acompanhando o nosso post que já lhe contaremos a resposta. 🙂

Por que é necessário evitar a “gestão de autópsia”?

Imaginemos o seguinte panorama: um restaurante corporativo, com um orçamento X, faz pedidos em determinado período.

O ideal, de antemão, é que a realização do orçamento seja anual, acompanhada por uma gestão eficaz, que garantirá sua exatidão, além de evitar prejuízos, que acarretam transtornos. Fica a dica!

Voltando ao cenário, se a empresa solicitou as mercadorias aos fornecedores, já previstas no contrato, mas, por algum motivo, acabou excedendo o valor, os gestores só terão conhecimento quando houver a análise do resultado financeiro. Ao fim do mês, por exemplo.

Ou seja, o levantamento realizado mensalmente impedirá que estratégias sejam tomadas para lidar com o gasto a mais. Essa análise é conhecida como “autópsia”. Como o próprio nome sugere, o período após a execução das compras.

A equação é simples: quanto mais espaçada verificação financeira, menos ações corretivas poderão ser tomadas por gestores e profissionais da área. E, naturalmente, mais vulnerável a empresa estará aos problemas com compras e pedidos.

Ao contrário do que possa parecer, a “autópsia” é muito comum no cenário de alimentação fora do lar. Segundo a pesquisa do cenário Food Service 2018, aplicada pela Teknisa, 59,6% dos entrevistados revelaram que realizam a análise financeira mensalmente.

Esse dado fica de reflexão para quem ainda realiza a verificação financeira com esta periodicidade.

Qual a frequência ideal para a análise financeira?

Diante do cenário descrito, podemos reforçar o seguinte posicionamento: uma consulta diária dos custos é essencial para que ação corretiva possa ser tomada de forma a garantir a rentabilidade da empresa.

Com este ensinamento em mente, fica mais fácil redirecionar o planejamento da empresa e tomar decisões mais estratégicas.

A proposta, então, é buscar alternativas de soluções no mercado que permitam a gestão diária dos custos. Plataformas tecnológicas, por exemplo.

Ainda sobre a pesquisa Cenário Food Service 2018, 56,1% dos entrevistados revelaram que utilizam planilhas como ferramenta de gestão dos processos internos. A adoção não é uma opção viável pois, além de não ser automatizada, o preenchimento ainda está vulnerável a erros de cálculo.

Além disso, o manuseio das planilhas compromete muito tempo da gerente da unidade, o que não é nada estratégico, porque o tempo dela deve ser dedicado ao atendimento ao cliente, como já dito anteriormente.

Realizar um trabalho de análise e planejamento cotidiano permite um entendimento mais apurado, sobretudo se o que é planejado está sendo cumprido, possibilitando algum tipo de adequação no orçamento, por exemplo.

A resposta está na cultura da empresa

Para você e qualquer outro profissional, gestor ou tomador de decisão, a importância do acompanhamento de custos é, de fato, essencial.

Tamanha é a importância, que 71,9% dos entrevistados (Cenário Food Service 2018) afirmaram que possuem um colaborador por conta do resultado financeiro. No entanto, apesar da atribuição, é necessário atentar-se à periodicidade do processo.

Possuir uma cultura de análise diária, além de uma avaliação contínua da operação é capaz de garantir uma gestão mais assertiva como um todo.

Em outras palavras, a iniciativa deve partir dos gestores, sendo esta repassada à equipe. Assim, padroniza-se a verificação de forma a torná-la mais rotineira, evitando, dessa forma, a “autópsia”.

Lembrando que: avaliar os resultados apenas uma vez ao mês não é fazer uma gestão correta!

E então, vamos tentar aplicar a metodologia diária de análise dos resultados financeiros em seu empreendimento? Obtenha um controle mais apurado e evite perda de recursos e prejuízos que comprometem a longevidade do negócio.

O que você achou das dicas? Não deixe comentar. Queremos saber a sua opinião! 🙂

2018-09-06T13:37:41+00:006 de julho, 2018|Consultoria e Serviços|

Deixar um comentário