Sistema de Delivery: mais entregas e melhor satisfação

Gerir um empreendimento é um desafio. E dos grandes. Quem já empreende, ou possui interesse em fazê-lo, sabe o quanto pode ser árduo. Mais que garantir bons resultados, os objetivos devem estar voltados à execução sinérgica dos processos que compõe a empresa. Até porque, caso não haja lógica ou metodologia nos fluxos internos, a produtividade poderá ser comprometida.

Vamos imaginar o seguinte cenário utilizando o sistema de delivery como exemplo. Para o gestor do estabelecimento que realiza entregas, não é necessário, no mínimo, uma organização para o recebimento e execução de cada pedido? Em outras palavras: para que o serviço funcione?

Em postagens anteriores, temos debatido a inerente adesão à tecnologia por parte dos diversos segmentos de mercado. Como é o caso das empresas de pequeno, médio e grande porte, por exemplo. Imersos em um âmbito cada vez mais competitivo, a adoção de ferramentas tecnológicas se tornou uma estratégia, não apenas para modernizar o empreendimento, como também para sair à frente dos concorrentes. Criar um diferencial, por assim dizer.

Apesar de ser uma realidade comum às inúmeras empresas existentes no mercado, muitas delas acabam se esquivando da tecnologia. Por motivos como: tradicionalismo, senso comum — e equivocado — sobre preço, dificuldade na implementação etc. Seja como for, a adoção de plataformas tem se mostrado uma estratégia efetiva aos gestores e, sobretudo, aos empreendimentos.

Os bons resultados, inclusive, estão aí para provar que a tecnologia não veio se sobrepor às empresas, e sim, integrá-las. É o caso dos sistemas para restaurantes, que auxiliam os gestores com o intenso fluxo interno, além de otimizar os processos. Garantindo bons resultados, naturalmente. Vamos analisar um exemplo de como o software para restaurantes pode contribuir positivamente ao estabelecimento? Acompanhe!

Sistema de Delivery: por que a adoção é necessária?

Imaginemos que um estabelecimento trabalhe com entregas em domicílio, mas ainda não adotou nenhum sistema de delivery. Digamos que seja da forma tradicional, em que o cliente deve fazer a solicitação por telefone e pagar no momento da entrega.

Agora, pense nas seguintes situações: e se o interessado na compra não conseguir falar com o atendente porque todas as linhas estão ocupadas? Ou se ele não adquire o produto porque não possui dinheiro em espécie para pagar ao entregador? E se todo o processo seja mais difícil de gerir do que parece?

São inúmeras as vertentes que podem se desdobrar em problemas para o restaurante, bar ou lanchonete. Não contar com um sistema de delivery pode ocasionar possíveis transtornos, além de comprometer a lucratividade do negócio como um todo. Então, aí vem o questionamento: quais as vantagens da implementação do software para restaurantes, lanchonetes etc?

Poder centralizar os processos em apenas um software auxilia, não apenas o gestor, mas também os colaboradores que o utilizam. Dessa forma, visualizar o fluxo de pedidos, produção e entrega, torna o processo mais efetivo. Também é possível gerenciar os pontos de venda por demanda de produção.

O sistema de delivery também permite que os pedidos sejam feitos por meio da plataforma. E o que é melhor, de qualquer lugar. Assim, você abrange mais clientes, que poderão realizar pedidos simultâneos e com mais praticidade. Sem mencionar ainda que poderá disponibilizar a eles diversas opções de pagamento, incluindo o de forma online. Alternativas como a retirada dos produtos na loja, é mais um exemplo dos benefícios que o sistema de delivery pode agregar ao seu estabelecimento.

Também é relevante destacar o acesso aos dados como tempo médio de produção e entrega. Os status dos pedidos e volume de procura, que permite apurar quais têm tido maior ou menor número de compras. Ideal para um controle mais eficaz, certo?

Conclusão

São inúmeros os benefícios da adoção do sistema de delivery no restaurante, bar ou lanchonete. Otimização é a palavra que melhor descreveria cada ponto positivo de forma sucinta. Aumentar os canais de venda, abrangendo e fidelizando mais clientes, além de permitir um controle mais exato dos processos internos que surtem bons resultados. Um investimento em curto e longo prazo, que gera bons — e constantes — resultados. E, consequentemente, melhor satisfação por parte dos consumidores.

Enquanto gestor, ou interessado em empreender, nosso conselho ao final de cada post é sempre optar por softwares de procedência, intermediados por empresas com expertise de mercado. Por isso, dê preferência a quem entenda do assunto.

O que achou da sugestão? Acredita que adotar um sistema de delivery eficaz consiste em uma estratégia assertiva à sua empresa? Não deixe de comentar! 🙂

2018-12-07T10:20:44+00:0019 de fevereiro, 2018|Automação Comercial|

Deixar um comentário

dois − um =