Merenda escolar

A satisfação dos clientes é um dos alvos de uma escola, e a tecnologia móvel pode promover bem estar para os alunos e seus pais, além de aumentar as vendas.

Será que quinze minutos de intervalo são suficientes para que os vários alunos de uma escola possam ir ao banheiro, dar um telefonema, enfrentar uma fila para comprar lanche, pagar por ele, pegá-lo enfrentando outra fila, comê-lo e voltar para a sala de aula em tempo?

Da forma como as lanchonetes têm feito, quinze minutos atende apenas uma gama pequena de alunos. Esse assunto aborrece muita gente: os alunos que necessitam de uma alimentação fora do lar; preocupa os pais dos alunos, pois seus filhos estão expostos a esse tipo de situação; e mexe com o bolso do franqueado ou do dono da lanchonete, porque deixam de lucrar, e, como consequência disso, padecem por causa do baixo faturamento, já que não conseguem atender o volume de alunos necessários para bancar seu custo.

Já, para os pais, fica latente a insegurança de o filho ter que sair da escola para comprar dos fornecedores irregulares da esquina ou do desvio do dinheiro do lanche para comprar outras coisas que não é o lanche. No meio de tudo isso está a escola que recebe as reclamações recorrentes. Entretanto, é possível solucionar esses problemas contando com a mobilidade, ela tem sido uma grande aliada para resolver questões como essa através de autoatendimento, smartphones, etc.

As vantagens abrangem os três personagens dessa história. No caso das lanchonetes, elas podem fazer a venda de forma virtual, através de aplicativos para smartphones por meio dos quais o aluno compra antecipadamente e apenas confirma a compra no caixa e retira o pedido.

Você concorda que isso traz um significativo aumento no volume das vendas? A experiência da compra online dentro da loja física é um excelente acelerador de vendas, e, ainda, é um delivery local! Os pedidos saem com mais rapidez, trazendo a possibilidade de mais alunos conseguirem lanchar, já que hoje em dia passam muito tempo na fila e às vezes o tempo de intervalo entre as aulas é tão pouco.

Além disso, as lanchonetes e alunos também podem contar com os terminais de autoatendimento que também promovem agilidade para realizar e pagar o pedido. Várias utilidades e proveitos podem ser enumerados, tais como o aumento do faturamento, recebimento adiantado, redução no custo de mão de obra, controle de estoque, fidelização dos seus clientes, cadastro completo e atualizado para envio de propagandas ou promoções, dentre outras.

A mobilidade também traz benefícios para os pais, pois podem creditar valores para os filhos/alunos, também através de um aplicativo, podendo, inclusive, limitar o gasto diário e restringir o consumo de alguns produtos. Vale ressaltar que, a compra de crédito ou de produtos pode ser efetuada através de cartões de crédito ou cartões refeição.

Porém, antes de adotar essa tecnologia, é necessário que as escolas fiquem atentas na escolha do fornecedor de lanches, certificando de que eles utilizam esse tipo de tecnologia para gestão de vendas.

Em contra partida, é necessário que as próprias lanchonetes se atentem para esse quadro dramático que ocorre na hora no rush do lanche. É importante que a empresa desenvolvedora dos softwares para gestão de vendas em escola tenha desenvolvido esse tipo de produto principalmente com o foco em lanchonete de vendas em escolas, pois dessa forma eles preverão funcionalidades que tragam segurança, conforto entre outros benefícios tanto para os pais, quanto para os alunos.

Por exemplo: evita que o aluno carregue dinheiro, além de permitir que o pai do aluno faça recargas no cartão pelo site, acompanhe o consumo e extrato do cartão, restrinja o consumo de alguns produtos do cardápio e limite o valor do consumo diário.
Para o aluno, agilidade no atendimento, liberdade de escolha no produto, atendimento personalizado e flexibilidade no horário de consumo.