Você já parou para pensar em qual será o futuro do varejo?

Diante de tantas novas tecnologias, não há como não integrar diversas funcionalidades à esse cenário. Principalmente se o assunto é promover uma experiência mais personalizada e satisfatória aos consumidores.

No entanto, será que você sabe para onde a tecnologia está se inclinando no cenário do varejo? Continue acompanhando esse post para saber mais sobre as tendências do mercado não apenas em 2019 mas também para os próximos anos.

Vamos lá?

tendências do varejo

A tecnologia é a principal aliada

As novidades tecnológicas são inúmeras, e todas acabam nos envolvendo de alguma forma no dia a dia. Seja no trabalho, nas universidades ou até mesmo em casa.

O fato é que no varejo a realidade não é muito diferente. Hoje, a tecnologia assume um papel ativo não apenas para a construção de uma boa experiência mas também durante toda a jornada de um cliente.

Sabendo disso, muitos gestores definem estratégias baseadas em novas ferramentas e funcionalidades, convertendo-as para aumentar a satisfação dos consumidores e a performance da equipe interna.

Em paralelo, os clientes também assumem um papel mais ativo em relação aos produtos e serviços oferecidos. Mais atentos, os consumidores exigem por atendimentos personalizados e boas experiências de forma geral.

Dito isso, quais as principais tendências para o varejo no Brasil para os próximos anos e como todo esse cenário interage com tudo isso? Acompanhe!

Integração entre o físico e o digital cada vez mais presente

Anteriormente, debatemos o futuro das lojas físicas e se elas correm o risco de extinção. Sabemos que a possibilidade é remota, no entanto, deve-se ressaltar que esse modelo precisa se adaptar para não ser sobreposto pela concorrência.

A interação entre o físico e o digital (Phygital) é uma das tendências para o varejo. A partir de experiências propostas tanto no cenário on-line quanto no off-line, os gestores buscam alinhar experiências que contemplam os clientes em ambos os espaços.

É o caso de lojas que permitem a personalização de determinado produto em um site ou aplicativo para ser adquirido na loja física. Por exemplo, lojas famosas de empresas como a Nike, possibilitam uma experiência única a cada cliente, aumentando o nível de satisfação com a marca.

Em contrapartida, o mesmo vale para clientes que compram algum produto no espaço off-line e recebem um e-mail com desconto para as próximas aquisições na loja. Ou são convidados a conhecer novidades no comércio físico, a partir de uma comunicação bastante estreita com o consumidor.

O ideal é que a integração seja estruturada de forma assertiva, promovendo mais satisfação e fidelização dos clientes em defensores da marca.

Hiper-personalização dos produtos e também da experiência

E por falar em personalização, esse item descreve perfeitamente outra tendência do varejo para os próximos anos: permitir que o consumidor, a partir de um canal online direto com a marca, realize pedidos personalizados para a aquisição em lojas físicas.

É o caso de uma grande rede de cafeterias que possibilita que os clientes peçam seus produtos por meio de aplicativos ou chatbots nas redes sociais da empresa. Sem necessariamente depender da intervenção de um atendente humano.

A experiência também permite que os consumidores realizem seus pedidos por áudio, o que dá espaço para que eles personalizem o produto de acordo com suas preferências.

A partir daí, criam-se mais oportunidades para que os gestores obtenham canais de venda direta, proporcionando uma experiência mais prática e confortável aos seus clientes. Assim, aumentam-se as chances de fidelização da marca.

Aplicativos como ferramentas para venda

Os aplicativos também potencializam as experiências do varejo. A partir das diversas funcionalidades, é possível contribuir para mais personalização e autonomia dos clientes.

Hoje já existem aplicativos que facilitam a consulta sobre os produtos que são vendidos nas prateleiras e gôndolas dos supermercados. E não apenas para que o cliente saiba o preço da mercadoria, mas também sobre as informações nutricionais de cada uma delas. Ideal para consumidores atentos a uma alimentação mais saudável.

Fazer compras em um supermercado pode ser cansativo. Porém, atualmente, essa atividade também pode ser realizada através da tela de um smartphone ou tablet. O cliente pode escolher as mercadorias da sua lista de compra, pagar e as recolher diretamente no estabelecimento ou programar a entrega no horário mais conveniente para ele.

Os aplicativos já estão do dia a dia de grande parte da população, sendo assim, por que não fazer bom uso de suas funcionalidades?

CTA para baixar o ebook 10 estrategias personalizadas

Robôs tornam-se assistentes

Como dito acima, os chatbots têm assumido uma participação cada vez mais relevante durante o atendimento dos clientes. Principalmente no que se refere à personalização dos pedidos. Porém, a experiência não apenas se resume a isso.

Em redes de supermercados dos Estados Unidos e Austrália já existem robôs que atendem os clientes no momento da entrada no estabelecimento, auxiliando os clientes com informações sobre produtos, sua disponibilidade e como encontrá-los.

Essa realidade pode parecer distante, mas a produção dessa tecnologia já está sendo desenvolvida para o Brasil. Esperamos que chegue muito em breve no território nacional!

Atente-se às tendências do varejo!

Agora que você já conhece alguma das principais tendências para o futuro do varejo e sabe que a tecnologia está presente em cada um delas, é hora de se planejar!

Seja qual for a estratégia utilizada, o importante é se atentar às novidades e buscar sempre pela melhor experiência ao cliente.

Você já possui alguma ideia para tornar a experiência do cliente com o varejo ainda mais satisfatória? Conte pra gente! A Teknisa dispõe de uma equipe de desenvolvedores que podem tirar o seu projeto do papel.

O que você achou do conteúdo? Não deixe de comentar abaixo e compartilhar o texto em suas redes sociais. Esperamos ter ajudado. Até a próxima! 🙂

Ficou interessado em saber mais sobre o assunto?
Então não deixe de entrar em contato com um de nossos consultores.
O bate-papo é sem compromisso! 🙂

[]
1 Step 1
Quais as principais tendências do varejo no Brasil? 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right