Você já ouviu falar da segurança da nuvem da AWS (Amazon Web Services)?

Antes de entender o que é essa funcionalidade e qual o seu conceito, vamos nos aprofundar mais um pouco no assunto.

Até porque, quando o assunto é segurança na rede, não há como “ficar de fora da nuvem”, não é?

Acompanhe o post de hoje e entenda o que é necessário para aprimorar ainda mais o armazenamento de dados da sua empresa, evitando perdas que ocasionam até prejuízos financeiros à organização.

Vamos lá?

O desafio de armazenar arquivos de forma segura

Se você é gestor de uma empresa, provavelmente já enfrentou alguns desafios relacionados ao armazenamento de dados.

Isso porque, em uma organização, são inúmeras as informações que devem ser administradas todos os dias, o que inclui documentos importantes que precisam de um espaço próprio e seguro.

Porém, em muitos casos, não há local para o salvamento dos arquivos, o que sobrecarrega as máquinas e, consequentemente, compromete a segurança da organização e até mesmo do cliente.

Sendo assim, como lidar com esse desafio? Ou quais estratégias os gestores têm adotado para garantir o armazenamento correto dos dados e também a segurança do cliente?

Resumindo: qual a melhor opção para se investir? Continue acompanhando para saber mais.

O que é Computação em Nuvem?

Você já ouviu alguém dizer “salvar na nuvem”?

Caso ainda não, saiba que essa expressão está diretamente relacionada a uma forma de armazenamento de arquivos.

O termo Computação em Nuvem (Cloud Computing) é a entrega de conteúdo computacional sob demanda via Internet por meio de uma plataforma de serviços de Nuvem. Sua definição de preço é feita conforme o uso, sendo chamada de On-demand ou uso sobre demanda. Dessa forma, o usuário paga apenas o que usar.

Além do armazenamento, a Computação em Nuvem proporciona o acesso a servidores e a bancos de dados, permitindo uma gestão mais prática.

A maior vantagem da Computação em Nuvem é justamente proporcionar um amplo espaço para armazenamento que pode ser acessado de qualquer dispositivo e em qualquer lugar.

Isso contribui para a redução da perda de informações importantes de uma empresa, já que elas não estarão centralizadas em máquinas específicas. Além disso, os dados poderão são encontrados com mais facilidade tanto pelos líderes quanto colaboradores.

Muito prático, não é?

segurança da nuvem da aws

Qual a melhor plataforma de segurança da nuvem?

Mesmo cientes de todas as vantagens da segurança da nuvem, muitos gestores podem ficar um pouco indecisos sobre em qual a melhor opção do mercado para investir.

Até porque, é necessário levar em consideração os benefícios da adoção de cada plataforma.

Mas, neste post, vamos falar um pouco mais sobre a Amazon Web Services, mais conhecida como AWS, que também atua para garantir a segurança da cloud.

Surgida no mercado em 2002, a AWS, desde a sua criação, obteve um grande crescimento e hoje se consolida como líder do segmento de cloud providers, fornecendo soluções seguras, escaláveis e econômicas.

Garantir a integridade e a confidencialidade das informações é o principal objetivo dessa solução, sempre com respaldo à Lei Geral de Proteção a Dados.

A AWS abrange 66 zonas de disponibilidade em 21 regiões geográficas ao redor do mundo, sendo a maior presença global do mercado.

Além disso, atualmente existem planos divulgados para mais 12 zonas de disponibilidade e mais quatro regiões.

Em se tratando de segurança, a AWS possui programas de conformidade que são importantes em todo o mundo. Atualmente, são mais de 58 certificações que atendem aos principais requisitos de segurança.

A segurança em nuvem da Amazon também conta com data centers, que possuem forte esquema de segurança e serviços específicos voltados para segurança em Nuvem como:

  • Monitoramento;
  • Controle de acesso;
  • Detector de ameaças;
  • Criptografia de dados;
  • Anti-DDoS (que previne contra ataques de negação de serviço).

Quais as obrigações do provedor?

Ao contratar o serviço de cloud provider, muitos clientes não entendem o que o provedor deve entregar e o que é responsabilidade do contratante.

Para te ajudar, vamos citar abaixo algumas obrigações da AWS, caracterizada como Segurança da Nuvem. Já os deveres dos clientes se encaixam na categoria “Segurança na Nuvem”.

O provedor possui responsabilidades distintas, mas o principal é proteger a infraestrutura que executa todos os serviços. Ou seja, reforçar a segurança da nuvem por meio da criptografia de dados.

Além disso, a AWS também é responsável por:

  • Regiões;
  • Base de dados;
  • Zonas de disponibilidade;
  • Serviços de armazenamento;
  • CDN utilizados pelo CloudFront.

Vale ressaltar que a AWS foi projetada para atender os requisitos mais rigorosos de segurança do mundo, cabendo ao provedor responsável por manter essa infraestrutura disponível, segura e aplicando patches de segurança quando necessário.

Além disso, a plataforma AWS deve operar, gerenciar e controlar os componentes do sistema operacional do servidor e a camada de virtualização.

Dessa forma, a segurança física da instalação do qual o serviço opera é mantida, o que elimina a necessidade de operações locais.

Quais as responsabilidades dos clientes?

Apesar de não saberem, os clientes também possuem responsabilidades ao lidar com a plataforma AWS.

É importante que eles tenham em mente seus deveres para evitar transtornos com os contratados, contribuindo para mais resultados em menor tempo.

Os clientes são responsáveis por:

  • Aplicar atualizações;
  • Patches de segurança;
  • Cuidar do sistema operacional convidado;
  • Configurações de regras de firewall o que pode variar de acordo de serviços de nuvem selecionados.

Isto é, os clientes são responsáveis pelo gerenciamento de acesso, identidade, aplicativos e plataforma.

Conclusão

Investir na Computação em Nuvem garante muitas vantagens a uma empresa, reforçando a segurança dos dados, além de torná-los mais acessíveis aos líderes e colaboradores da organização.

Além da proteção do tráfego de rede e mais agilidade no acesso aos dados, a AWS se firma como uma opção estratégica às organizações que buscam por mais praticidade. Sem deixar de lado a segurança dos dados, é claro.

Não se esqueça de comentar abaixo sobre o que você achou do conteúdo e compartilhar o texto em suas redes sociais. Esperamos ter ajudado. Até a próxima! 🙂

Quer saber mais sobre a segurança da nuvem da AWS?
Entre em contato com um de nossos consultores e fique por dentro da tecnologia em nuvem.